The Forest Hunter - All Wheels Photography

The Forest Hunter

    Desde que começámos o projecto All Wheels Photography, que completa em breve o seu segundo aniversário, que temos conhecido imensas pessoas ligadas ao mundo automóvel, à fotografia ou a ambos. Algumas destas pessoas foram apenas passageiras mas outras foram-se tornando peças fundamentais no crescimento da AWP e no desenvolvimento de alguns artigos, sessões e textos que completam o nosso portefólio. Além deste apoio, alguns desses amigos (sim podemos chamar amigos) partilham a sua rede de contactos e permitem conhecer outros aficionados que, em muitos casos, acabam por nos permitir também conhecer o seu espólio automóvel ou, no caso em que nos debruçamos hoje, o seu trabalho.

As clássicas «Fuchs».

  Já diversas vezes que referimos o brilhante trabalho no cuidado automóvel desenvolvido na 2255 Car Detail, uma pequena empresa que tem ultrapassado as dificuldades e subido a pulso ao longo da escada ingrata do comércio nacional. A atenção ao pormenor, os melhores produtos e um vasto conhecimento na área fazem desta empresa a casa a visitar se gosta de tratar o automóvel como bem mais do que um meio de transporte. Apesar de já andarmos a dever um artigo dedicado apenas e só ao detalhe automóvel e ao car care and detail, não é da 2255 unicamente que iremos falar neste artigo.

     As empresas de personalização em Portugal à muito que se estenderam além da mera troca de peças, sejam elas pára-choques, jantes, entre outros. Nos dias de hoje, a «sede» por sermos únicos e diferentes do vizinho leva cada um de nós a procurar cada vez mais estas empresas para atingirmos o objectivo.

   Apesar da película não ser uma novidade, a utilização do vinil como forma de mudar a cor e aspecto de um automóvel começa a ser comum e até quase que obrigatória. A MS Customs, recente no mercado da personalização automóvel, procurou marcar com estilo a sua chegada a esta área, utilizando um processo único no país de grafismo para automóvel. Basicamente, recorreram à Second Skin Design para criarem, produzirem e aplicarem o vinil especificamente para este Porsche 911.

A emblemática Lisnave serviu de cenário à sessão urbana do 911 de 1972.

    E porque dizemos nós que é único? Porque o ficheiro criado apenas serve para esta geração dos 911 e tendo direitos de produção e criação reservados a esta empresa, acreditamos que em mais nenhum modelo de Estugarda iremos ver esta temática «ferrugenta». O convite feito à AWP pela 2255 Car Detail para conhecer este 911 foi recebido através de uma chamada quando estávamos a terminar de produzir o artigo do Black Runner, publicado recentemente no nosso site. Qual a relevância do assunto? Toda… dado que ambos os 911 são da Timeless Garage que continua a surpreender os petrolheads portugueses com o gosto irreverente e único quer na escolha dos automóveis para venda como da forma como os aperfeiçoa e torna excentricamente únicos. E preparem-se que iremos continuar a mostar mais novidades desta casa…

O interior acompanha a irreverência do exterior, em dose mais comedida.

 

     Apresentações feitas, vamos ao 911. Não é a primeira vez que estamos junto a um Porsche destes mas é sempre um prazer fotografar um pedaço da história automóvel. E fotografias é o que realmente não falta a este rusty. Cada curva e ângulo é diferente do habitual devido ao vinil utilizado e o realismo da impressão torna este 911 um verdadeiro deleite para a lente da máquina fotográfica.

   Apelidado pela Timeless de Forest Hunter e indo um pouco contra a corrente atual da personalização automóvel, o objectivo deste projecto foi ter um automóvel para atacar a selva urbana e até poder fazer um pouco de exploração campestre, alterando alguns detalhes deste Porsche para que estas incursões fora de asfalto possam ser realizadas com mais tranquilidade. Atualmente este Hunter conta com pneus de todo-o-terreno, suspensão mais elevada, protecções nos faróis e uma roda suplente na grelha do tejadilho.

 

 

 

  15h, Cacilhas. O 911 Forest Hunter aguardava-nos à porta da MS Customs para a sessão fotográfica e mostrava-se a nós pela primeira vez. O impacto deste trabalho é fantástico, pois apenas a um palmo de distância percebemos que é vinil e não verdadeira ferrugem na pintura, o que faz com que várias pessoas fiquem a olhar ao ver este 911 passar rumo ao local das fotografias. Sem grande surpresa, este Porsche fica bem num ambiente descuidado e de terra batida, para invocar outros tempos e claro, fazer este automóvel destacar-se do cenário. Com o sol a baixar rapidamente, tal como a temperatura ambiente, apressamo-nos para captar a essência deste fantástico carro. 

     E não ficamos indiferentes. Quantas mais fotos tiramos, mais vontade temos de fotografar. A fotogenia deste 911 é contagiante e isso revela-se horas mais tarde quando abrimos o cartão de memória no computador em casa e nos deparamos com a dificuldade em escolher as fotografias a editar. Problema? Nenhum… a edição torna-se tão fácil quando estamos perante um automóvel tão interessante como este e o resultado está à vista.

    Falemos do modelo em si, sem grandes detalhes pois já o fizemos quando dedicámos um artigo completo ao 911T da Vintage Factor, há uns meses. No ínicio da década de setenta a Porsche alterou a linhagem do 911, introduzindo diferentes gamas no seu modelo icónico. O acesso á gama era feito pelo T (que aqui trazemos), o E estava a meio e o mais desportivo e bem equipado era a versão S. Apesar destas diferenças, os motores foram alterados para o bloco 2.4L (apesar de ser um 2.341cc) com mais potência e binário e introduziram também uma nova transmissão, que viria a ficar conhecida como a type 915. O modelo que veio substituir o 356 tornava-se assim mais potente (140 cavalos na versão 911T), mantendo o peso no limiar da tonelada, o que se traduzia num comportamento dinâmico desportivo ímpar, iniciando-se uma caminhada que ainda hoje perdura, com a atual geração 991.

    Um Porsche certamente diferente daquilo que os nossos leitores estão habituados. Apesar da estética «descuidada», toda a mecânica, interior e chapa foram tratados e restaurados de forma a garantir que este 911 possa fornecer uma boa dose de sorrisos e alegria ao seu condutor frequente bem como aos que por ele passarem na rua. A irreverência dos criadores deste projecto está patente em cada centímetro deste Porsche e é isso que espelha e que tentamos mostrar nas nossas fotos. Obrigado a todos os envolvidos por mais um projecto tão diferente do «cinzentismo» nacional no que toca a automóveis.

error: Content is protected !!
%d bloggers like this: