Olive Green Passat

    Com o verão tímido que temos, ficar sentados a escrever artigos acaba por ser mais fácil do que pensamos. O facto de o tempo não convidar a banhos ajuda a assentar a ideia de que necessitamos de manter o fluxo de artigos e de informação para os nossos fiéis seguidores. Ainda na onda do evento Drop’pt que já mostrámos e mencionámos anteriormente, trazemos o último artigo realizado no referido evento, um projecto que sofreu grandes alterações e que escolheu este evento para fazer uma espécie de apresentação nacional.

    Propriedade do João Reis, mentor da Downlowit que nos ajudou na recolha de imagens do evento que em breve mostraremos na All Wheels Photography, esta Volkswagen Passat destaca-se do monótono parque automóvel nacional através das duas grandes modificações, as jantes e a pintura; claro que há mais modificações num projecto mas ultimamente temo-nos deparado com muitos «fãs» da premissa less is more e o que é facto é que resulta.

Familiar, elegante mas bem conseguido este projecto.

   Décadas passaram desde a vulgarização do automóvel mas este meio de transporte é usado há mais de cem anos e tem evoluído imenso, principalmente desde o virar do século. Contudo e dado que temos aqui presente um veículo familiar, já devem ter percebido por onde queremos ir no nosso artigo. Não vos vamos falar da evolução do automóvel e da importância da separação dos vários estilos em segmentos mas como já repararam, trazemo-vos uma carrinha, uma station wagon com todo o seu espaço para transportar a família e a bagagem. E porque é que é importante mencionarmos isso? Nos últimos temos temo-nos cruzado com projectos fantásticos com base em modelos familiares, de forma a juntar a necessidade e utilidade de um veículo grande com o potencial projecto, desde que escolhidas as modificações correctas.

    Esta Passat é designada internamente (na VW) como 3BG ou geração B5,5 e é, basicamente, o facelift da quinta geração (1996 a 2006) começou a sua jornada no mercado em 2001 e rapidamente se tornou um sucesso de vendas. Mais equilibrado em termos de qualidade e opcionais que o Golf, mais barato que os topo de gama (Phaeton e Arteon – atualmente), o Passat era o familiar perfeito para quem precisava de espaço, motores económicos e fiáveis (os famosos TDi) e qualidade acima da média. A versão carrinha em Portugal reuniu ainda mais adeptos que o sedan principalmente pelo amor que o povo português tem por carrinhas e jipes (SUV’s, atualmente).

    Com o sucesso que foi esta geração, é normal cruzarmo-nos com este modelo nas estradas. Assim, utilizar uma Passat para projecto tem alguma dificuldade tendo em conta a vulgaridade deste modelo. Assim, o João apostou em detalhes pouco convencionais para conseguir essa mesma distinção no parque automóvel. A modificação que mais salta à vista é a nova pintura, num agradável verde cuja tonalidade está entre o tom azeitona e o verde claro. Denominado Fresco green, a cor foi escolhida de acordo com as linhas da carrinha Passat e do contraste que se consegue, facilmente, com as jantes, sejam elas as atuais ou outras que já estão a ser pensadas.

Os «sidemarkers» característicos do estilo USA.

    Ora as jantes. O set rolante veio da Maserati, em específico do modelo Levante (novo SUV da marca italiana) com especificações bem generosas: 20 polegadas de diâmetro com 9 de largura, envoltas em borracha Nankang NS-20 225/30 R20. Num tom antracite e prateado, estas jantes fazem um conjunto perfeito com a carrinha e com a sua cor, resultando num excelente conjunto final. Para assentar estes detalhes, a Passat utiliza uma suspensão a ar (claro!) da A2K com gestão Airflift, permitindo um fitment perto da perfeição.

    Ainda no campo da estética, temos de destacar os pequenos detalhes da carroçaria que, a par da nova cor, completam o aspecto clean desta station wagon. A utilização do estilo USA (marcadores laterais e bagageira americana – matrícula quadrada) tem sido uma aposta ganha em muitos projectos do grupo VAG e aqui não é excepção. Sempre tivemos uma certa atracção por automóveis que não vemos com facilidade e nada melhor que utilizar detalhes desses automóveis nos projectos mais banais, para conseguir aquele factor de personalização que, no final de contas, é tudo o que se pretende quando construímos um projecto. Agradecemos ao João a disponibilidade em colocar a sua Volkswagen Passat a jeito para as fotos e mais uma vez à organização do Drop’pt pela facilidade em nos ajudar nas sessões fotográficas.

error: Content is protected !!