O S do Turbo

   Quarentena. Covid19. Hashtags sobre o ficar em casa, o ir ficar tudo bem. Frases de apoio aos profissionais de saúde, aos bombeiros, aos polícias, e a tantos outros que fazem o país mexer, funcionar e principalmente, combater o tal vírus invisível. Na AWP continuamos em casa, sem podermos fazer sessões fotográficas. Procuramos atualizar as fotografias já tiradas, dando-lhes um novo alento, uma nova forma de brilhar, um upgrade. Mas não nos chega. Queremos ir para a rua para a estrada, para as zonas desertas ou metrópoles a fervilhar de gente e fotografar os nossos automóveis, as nossas motas, os nossos jipes… o que for para fotografar. A «ressaca» fotográfica apodera-se do nosso descanso e faz-nos recordar o trabakho feito e principalmente refletir sobre a nossa liberdade, em tempos de limitação de movimentos, por nós, por vós. Por todos.

     Assim sendo, aproveitamos o sol para vir até ao quintal e procurar inspiração no silêncio apenas perturbado pelo chilrear dos pássaros e do latir dos cães para escrevermos estas linhas. E como já vamos no segundo parágrafo, já tiveram oportunidade de perceber que vos trazemos um cavalo de Estugarda, talvez um dos mais raros exemplares nacionais tendo em conta o modelo e configuração. E como está sol e estamos na primavera, nada como um bonito e potente descapotável para vos elevar o ânimo e vos abrir o horizonte de mais uma semana de confinamento e de bons comportamentos cívicos. Mas podem sonhar na mesma, com os cabelos ao vento, com o rugir do potente motor atrás das costas e com a condução pura e brutal que este Porsche 997 Turbo S Cabrio nos brinda.

     A Porsche sempre nos fez sonhar. Tal como as rivais italianas ou americanas, a marca alemã cultiva nos petrolheads um sentimento de adrenalina que é transversal independentemente do nosso gosto pessoal em termos de desportivos de eleição. O número 997 define a designação interna para o modelo Porsche 911 fabricado pela marca entre 2004 (como modelo do ano 2005) e 2012. A produção do Carrera e Carrera S coupé começou no início de 2004, Carrera 4 e Carrera 4S AWD começaram a sair em novembro de 2005. O Turbo, GT3 e derivados foram colocado à venda no final de 2006 e o GT2 911 em 2007. Além das versões coupé e cabriolet, versões Targa do Carrera 4 e Carrera 4S também estavam disponíveis, continuando o legado do «tecto de vidro» usado em todos os 911’s Targa desde o 993.

      Em termos evolutivos, o 997 é uma evolução do anterior 996, com as mudanças mais significativas a nivel do design interior e exterior. Por exemplo as jantes dos modelos base passaram a ser no mínimo de 18 polegadas, tal como outros ajustes a níve da engenharia, como por exemplo um ligeiro aumento de potência, recorrendo a ajustes nos turbocompressores, injectores e escapes. Em 2009 a Porsche atualizou o 997, incluindo mudanças de estilo, motor revisto, com injeção direta, um ligeiro aumento da potência e a introdução de nova caixa “PDK”, transmissão de dupla embreagem da empresa. Como resultado, os modelos atualizados do 997 são mais rápidos, mais leves e mais eficientes do que as versões de saída. No caso do 997 Turbo, um abrangente e re-sintonizado sistema de tração integral com um sistema opcional Torque Vectoring surgiu também como parte do pacote de atualizações.

      A cor cinzenta contrasta com o céu limpo e atrai as atenções por onde passamos. Além desse detalhe, as jantes de aperto central em 19 polegadas escondem o tal sistema de travagem de cerâmica que é tão importante como os acertos aerodinâmicos que este Turbo S tem. O interior de cor menos usual é aqui também estrela, ao manter a originalidade e elegância dos 911 mais antigos, com a desportividade e agressividade que só um topo de gama da marca de Estugarda.

       Com estes tempos difíceis que nos ocupam os dias, nada como recuperar uma sessão antiga, dar-lhe uma nova vida e uma nova hipótese de brilhar e de voltar à ribalta nas nossas redes sociais, tal como fez nos nossos corações. Estamos em «pulgas» para que possamos voltar às sessões para experimentar novas técnicas, novas formas de fotografar e claro, conhecer mais pessoas, mais fãs automóveis, de motas ou de jipes e aumentar o nosso leque de clientes e amigos. Estamos suspensos nessa tarefa, mas não parados pelo que esperamos voltar à carga. E fiquem em casa, por vós e por nós, All Wheels Photography.

error: Content is protected !!