La bella Giulia

[O automóvel]

      A Alfa Romeo tem investido bastante nos últimos anos na sua recuperação enquanto marca automóvel. Devastada por inúmeros episódios de ma publicidade acerca da sua fiabilidade e segurança, hoje a marca italiana é vista como renascida e prova disso são as versões desportivas com a chancela Quadrifoglio do Giulia e Stelvio. O Giulia, modelo que aqui trazemos em escala mais reduzida, é o mais potente Alfa Romeo produzido até então, com uns respeitosos 510 cavalos debitados por um 2.9 V6. A distribuição de pesos ideal (50:50) e tracção traseira fazem do novo Giulia um desportivo letal nas mãos certas, capaz de dizimar a concorrência directa (AMG’s, RS’s e M’s, claro).

    Além da potência e capacidades dinâmicas, o Alfa Romeo Giulia é lindíssimo. Subjectividade à parte, não há falhas na beleza deste automóvel. Aliás, desde sempre que a Alfa nos habituou a ver os seus automóveis como obras de arte de uma beleza sem igual e em pleno século XXI, esse facto não se alterou. Um verdadeiro familiar, com bom espaço interior, bagageira generosa e até um lado económico dado que o motor possuí um sistema de poupança de combustível que desliga metade dos cilindros; basicamente, um automóvel completo.

[O que gostamos]

      Referido anteriormente, o que salta à vista é a pintura, bem aplicada e com um tom muito próximo do real. Os detalhes da carroçaria, jantes e travões são outro ponto bastante positivo nesta peça que ainda é comercializada abaixo dos 100€ na maioria das lojas, fazendo com que seja um excelente value for money principalmente para aficionados do coleccionismo e em especial, da Alfa Romeo.

[O que podia melhorar]

     O maior problema destas miniaturas de resina continuam a ser os resíduos esquecidos de cola na zona dos vidros, faróis e matrícula. Não é a primeira miniatura desta marca a padecer deste mal e embora possa, em parte, ser resolvida, é algo que o controlo de qualidade da Otto Mobile tem de investir mais atenção. Também as matrículas tortas e desalinhadas dão um ar mais tosco a uma miniatura quase perfeita no seu geral.

[A apreciação final]

    Olhando para as fotografias, o engano é fácil: achar que é o modelo real. E isso diz muito de uma miniatura. A qualidade geral está num patamar interessante e aumenta-nos a curiosidade para os próximos lançamentos da Otto Mobile que continua a brindar os coleccionadores com modelos únicos e que apenas através da sua marca podemos ter acessos. Um modelo obrigatório para os fãs da Alfa Romeo e em particular para nós na AWP que temos um especial carinho pela marca italiana e pelo seu novo desportivo topo-de-gama.

#8,5/10

error: Content is protected !!